Colunistas | Saúde Ocular | 18 de setembro de 2014 - 19:20

Uso de lentes de contato requer rotina de cuidados

Kátia Mello

As lentes de contato estão ganhando cada vez mais adeptos. Seja para a correção de problemas na visão ou por razões estéticas, elas proporcionam praticidade, qualidade de vida e autoestima. No entanto, o uso indiscriminado deste material tem preocupado os especialistas. A manutenção, o manuseio adequado e o acompanhamento pelo oftalmologista são imprescindíveis para prevenir complicações oculares graves, que podem ser ocasionadas pela má utilização das lentes.


O uso inadequado de lentes de contato pode provocar diversos danos à visão, como úlcera de córnea, conjuntivite alérgica, irritação ocular e até mesmo cegueira.


No entanto, quando utilizadas corretamente, com a devida indicação e adaptação acompanhada pelo oftalmologista, as lentes de contato são uma excelente alternativa, e podem ser usadas, inclusive, por crianças.


Antes de começar a usar lentes de contato, seja para fins estéticos ou para corrigir problemas na visão, a pessoa deve procurar um oftalmologista, que fará avaliações e indicará o tipo de lente mais adequado para o paciente, além de fornecer as orientações necessárias. É importante lembrar que nem todos estão aptos a usar lentes. Doenças na córnea, inflamações ou irritações são fatores que impedem o uso deste material. Durante o período de utilização das lentes, também é imprescindível fazer o acompanhamento com o especialista.


Outra orientação é em relação à substituição dos óculos pelas lentes. É importante alertar que a receita de óculos não é a mesma para lentes de contato. A indicação das lentes requer consultas e exames específicos para este fim.


Aproveito para listar, abaixo, algumas orientações gerais sobre o uso e manutenção adequada das lentes de contatos:


-Para evitar riscos à saúde ocular com o uso de lentes de contato, nunca deixe de fazer o acompanhamento com o seu oftalmologista;


-Não use soro fisiológico, nem água boricada, para limpar as lentes. Estas substâncias não limpam, nem retiram os depósitos de gordura das lentes, podendo, inclusive, contaminá-las ou causa reações tóxicas.


-Para a limpeza, utilize somente a solução multiuso indicada pelo fabricante. As lentes devem ser limpas todos os dias, após o uso. Não use água da torneira para essa limpeza;


-Lave bem as mãos com água e sabão antes de manusear as lentes;


-Troque seu estojo de lentes, no mínimo, a cada três meses, e o limpe semanalmente;


-Resíduos de cosméticos, sabão e nicotina, entre outras substâncias, podem contaminar e danificar as suas lentes;


-Ao fazer uso de maquiagem, coloque as lentes primeiro;


-As lentes coloridas para fins estéticos possuem as mesmas contraindicações e recomendações das lentes não coloridas;


-Nunca use as lentes de contato além do período recomendado pelo seu médico;


-Ao sentir irritação, dor ou qualquer outro sintoma ocular durante o período de utilização das lentes, procure imediatamente o seu oftalmologista.