24 de março de 2021 - 22:32

Parabólicas vão parar de funcionar com a chegada do 5G

Parabólicas vão parar de funcionar com a chegada do 5G

Uma novidade para os brasileiros é que finalmente a tecnologia 5G chegará em solo nacional, como aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em 25 de fevereiro.


No entanto, os consumidores devem atentar-se a uma grande mudança. A chegada da tecnologia 5G fará com que as antenas parabólicas parem de funcionar, pois ambas as tecnologias utilizam a mesma frequência de satélite (3,5 GHz).


Nesse sentido, a transmissão de sinal simultânea para antenas parabólicas e tecnologia 5G causaria sérias interferências que prejudicam o funcionamento de ambas.


Mas como muitas pessoas ainda utilizam a antena parabólica para recepcionar o sinal de canais de televisão aberta, isso poderia representar uma grande preocupação para os consumidores.


Para resolver esse problema, a Anatel determinou que as operadoras escolhidas para distribuir a conexão 5G deverão fornecer antenas e receptores menores para os consumidores que ainda utilizam a antena parabólica, além de custear a instalação desses equipamentos.


A transição será coordenada por um órgão que ainda será criado pela Anatel e deverá acontecer no decorrer de um ano e meio a dois anos, sendo bastante semelhante ao processo de transição entre a televisão analógica e digital, que começou em 2015 e ainda não foi completamente encerrado.


A operação deve afetar cerca de 6,5 milhões de residências brasileiras que contam apenas com o sinal de antena parabólica para assistir televisão, segundo dados apurados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017.


Uma solução havia sido estudada pela Anatel para evitar a interferência entre as frequências: A distribuição de filtros que seriam instalados diretamente nos aparelhos de televisão.


No entanto, segundo simulações físicas e virtuais conduzidas pela Agência Nacional de Comunicação, essa alternativa não seria suficiente para resolver a interferência de sinal, portanto a migração da tecnologia parabólica para 5G se tornou inevitável.


Com a transição, os consumidores serão beneficiados pela tecnologia 5G em dois aspectos: Maior velocidade de download, que resulta em chamadas de vídeo com melhor qualidade e a possibilidade de baixar filmes em segundos.


Outra vantagem é a menor latência na resposta entre comando e ação, ou seja, o consumidor terá uma experiência imersiva em jogos virtuais, tradução em tempo real, entre outros benefícios.


Segundo Giovana Stack, editora de tecnologia do portal Mago da Tecnologia, a tecnologia 5G chega para somar com as demais inovações no segmento da televisão, um dos mais dinâmicos da indústria tecnológica.


A tecnologia 5G afetará a transmissão de canais de TV por assinatura?


Uma dúvida comum entre os consumidores de televisão por assinatura é se a tecnologia 5G afetará de alguma maneira a transmissão destes canais, que também são transmitidos via satélite.


A resposta é que não ocorrerá qualquer interferência, uma vez que as operadoras de TV a cabo utilizam outra banda de transmissão. Serão afetados somente os consumidores que utilizem antena parabólica para transmitir canais abertos.



  • Seus dados

  • Nome completo *
    Digite seu nome completo
  • E-mail *
    Digite seu nome completo

  • Dados dos seus amigos

  • Limite de 10 e-mails por envio.
  • Nomes *
    Caso queira enviar para vários amigos, basta separar os nomes com vírgulas.
    Exemplo: George Gonçalo, Ana Leticia, Mauro Gomes
  • E-mails *
    Digite os e-mails dos seus amigos. Siga a mesma ordem dos nomes.
    Exemplo: george@email.com, ana@email.com, mauro@email.com
  • Mensagem *
    Essa mensagem será enviada para seus amigos, junto com a indicação